SOBRE FÍSICA E CONSCIÊNCIA

Muita gente me pede, através do Facebook, mais informações sobre como a Filosofia é influenciada pelos conceitos da Física e as implicações destas considerações na Psicologia. Isso no Brasil, é claro. Pois em países desenvolvidos, estes questionamentos e aprofundamentos já são bem comuns, no “mainstream” das maiores universidades americanas e europeias, como Harvard, Oxford, Cambridge, Santa Cruz, entre outras, e na cultura popular. Até em filmes da Marvel a Filosofia Quântica já está presente. Foi ela que derrotou Thanos, no filme dos Vingadores. Para você ver o alcance da discussão.

Ainda assim, muitos me cobraram um artigo mais específico sobre a parte mais teórica da Física, que iniciam as considerações filosóficas. É um rosário de lamúrias sobre físicos que negam, não aceitam, ou limitam a Física Quântica. Talvez por tentar manter a Física Clássica no centro das atenções, é claro. Como se fossem diferentes, não relacionadas. Respeitosamente, não desejo discutir isso aqui. É uma opinião válida, que não é compartilhada por todos os Físicos, mesmo entre os envolvidos no desenvolvimento e descobrimento da Quântica. Não é unívoca, para ser entendida de uma só maneira.

Isso não quer dizer que existem apenas duas opiniões acerca do assunto. Na verdade, de todos que já receberam o prêmio Nobel com assuntos relacionados ao tema, como Heisenberg, Einstein, Niels Bohr, Richard Feynman, Roger Penrose, juntando tudo o que falam e espremendo, tentando achar um consenso, não sai nem limão, nem limonada. Não sai quase nada de prático, na verdade.

Estas mentes brilhantes não só discordam de muita coisa sobre o tema, como muitas vezes, discordam da maioria das questões. Essas, das mais importantes. Como diz Niels Bohr: “Não é porque uma verdade profunda é verdadeira que ela não pode ser oposta a outra verdade profunda”.

Gente, esse site é feito para discutir e se aprofundar em como as considerações de Físicos podem influenciar as humanidades do ponto de vista de um filósofo humanista, e não o contrário. Se isso ainda não ficou claro, simplesmente, me desculpe.

O que acontece é que os modelos da menor parte do ser, a saber, o átomo, são comprovadamente diferentes do que se esperava que fossem, e a lógica desse ser é diferente também. Construir um modelo mais adequado a estes a partir dos demais conceitos filosóficos da Filosofia pode propor meios mais adequados de se pensar a vida. Portanto, se conhecendo melhor podemos viver melhor, seria uma irresponsabilidade ignorar estas questões.

Se em 200 anos os Físicos chegarem a um consenso que as pessoas poderiam ter uma vida melhor com considerações filosóficas e psicológicas, nenhum deles vai se responsabilizar por não ter aceito as questões como tal.

Voltando ao assunto, segue abaixo um artigo interessante sobre como o atual ganhador do prêmio Nobel da Física, Roger Penrose, tem a dizer sobre a Consciência. Clique aqui para ler!

E obrigado a todos que se interessam e desejam ver mais sobre Filosofia Quântica. Isso tudo é feito para vocês.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: