FEMININO SEM PAUSA

Bolsonaro e Lumena. Separados, ideologicamente, pelo nascimento.

Dificilmente alguma mulher mais sinistra, em oposição à destra tem paciência para ouvir sobre o feminino do ponto de vista de um homem. Perdoe-me pela eloquência, se for o seu caso, mas sou filho de uma mulher e irmão de duas. E pretendo falar sobre como as formas da linguagem podem limitar seu potencial criativo, ativo, lógico, pensante e como você desenvolve todo o dinamismo do seu propósito. Se eu pelo menos capturei a sua atenção, então bora desenrolar.

Hoje, especificamente neste começo de 2021, durante uma Pandemia em que grande parte do tema de entretenimento passa pelo indelével programa baseado no grande irmão de George Orwell, especialmente vale a lembrança da tal Lumena, que, Aleluia! Parece que está encerrando sua participação.

O fato é esta pessoa, então. Se você ainda não conhece a figura, ela é uma negra ( preta! Disse negra pois na década de 80 dizer preta era feio ) linda, mas não diga a ela que foi eu quem disse, que defende temas como feminismo, racismo, e qualquer outro ismo da mesma forma que o Bolsonaro defende a cloroquina e a ausência de máscara e pouco fala da necessidade da vacina. Fala as coisas sem pausa, sem vírgula, com palavras paroxítonamente, propondo todo problema como se a ausência da solução fosse o fato de nem todo mundo concordar com ele. Um horror.

Olha que, para uma pessoa dinâmica, que vive a vida ligada no 220, que tem uma identidade cultural africana linda, uma, pelo menos ao meu ponto de vista, coerência visual, umbandista, bastava explorar um pouco das suas preferências, ou defender apenas as questões básicas de suas crenças, para cair no gosto da parte “progressismo y progressismo“ presente na mídia, universidades, e esquerdistas de plantão. Defender um direitismo só com isso, ou dizer que existe algo de direitista na crítica à moça são críticas muito banais. Ou a gente coloca o melhor da moça em perspectiva do que ela pode ser, e esperar o melhor, ou perdemos nosso tempo. Mesmo porque extremismo político não ajuda a psique de ninguém. Nunca!

Acontece que a pessoa tem uma voracidade por encontrar erros, faltas de conhecimentos sobre conhecimentos que ela não ensinou, mas já exige que sejam professados por toda a humanidade, é uma coisa muito chata, até para quem defende as mesmas teses. E para piorar a questão, o ganha pão da moça é ser Psicóloga. E DJ. Espero que a segunda opção ande melhor!   

Hoje em dia, parece que antes de um homem começar uma conversa com a mulher que seja, tem que pedir desculpas por ser homem. – Oi, infelizmente eu existo, e gostaria de lhe direcionar a palavra… click, bang. Morreu a paciência da moça.

Nos itinerários da assimilação da verdade fabricada sem vírgulas nem espaço para reflexão, não cabe nada de humano na metafísica do desmerecimento do ser. O que é uma pena, pois não existe música sem espaço entre as notas. Vira um monte de barulho sem sentido.

Um comentário em “FEMININO SEM PAUSA

Adicione o seu

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: