Olá, impaciente leitor. Quanto tempo, não é mesmo? Estou trabalhando como um louco em cursos da Universidade Quântica Livre, Workshop de Filosofia Quântica e demais coisitchas para poder passar esse tempo filosofando contigo nesse blog. Feliz ou infelizmente! Depende do ponto de vista. Até na retórica eu uso a Física Quântica!

Hoje vou falar sobre realidades organicamente divididas. Existem inúmeras divisões na realidade. E elas são constituídas de possibilidades, caminhos, diferenças, modos e maneiras das “coisas” acontecerem. Você deseja uma coisa qualquer, e essa ela depende de com quanto carinho você põe para se transformar em sucesso, o quanto as pessoas ao seu lado acreditam que é possível de acontecer, quanta energia o povo todo está colocando na realidade para que tudo se concretize.

E tudo, tudo isso vai depender de uma certa “incerteza confiante” para transformar sua possibilidade em realização. Não parece muito animador, não é mesmo? Pois a própria palavra animar vem de alma, colocar a alma nas coisas. E digo mais: espalhá-la no tempo e no espaço.

O que você pensa ao ler tudo isso? Em uma energia pura, como uma descarga elétrica, com um ponto inicial e outro final? Em uma única direção? Com ajuda de mais ou menos energia junto? Pois te digo que não é bem assim.

Como na janela que tem uma mesma paisagem por trás, mas uma série de divisórias entre os vidros, às vezes precisamos de mais do que apenas uma solução para o que queremos. É como se cada quadradinho fosse uma pessoa, e se esse pessoa olhar a apenas para o lado, vai sentir-se e perceber-se somente como… quadrado.

Precisamos de mais gente, de colocar perspectiva nas coisas, ou perceber a perspectiva DAS coisas. Não só em relação a nós, mas ao outro e com perspectivas de mais de uma dimensão. Não está tão fácil de ver, mas essa não é uma janela plana. As divisórias da direita e esquerda são oblíquas, as da frente, são planas.

Às, vezes, é preciso dar um passo para trás para entender melhor:

realidades foto 2

Engraçado como a gente se sente mais acolhido, até, ao ver essa foto. A harmonia deste ambiente nos contagia. Mas em muitas questões nossas, a gente foca tanto na lógica pequena e ainda não resolvida das pessoas e coisas, que esquecemos de ver o todo. E às vezes, um todo incrível, que pode ser útil para entrar ou sair de casa, ficar e se aconchegar… e, sabendo de qual perspectiva olhar, ter uma vida melhor!

Anúncios