Pense você, em fazer um casamento dentro de uma piscina de nutella. Ou em um barril de vinho, se você é mais refinado! Pois essas são as considerações em um dia ordinário de filosofia quântica. Se é para falar de religião ou política, nada melhor do que começar pela parte alcoólica da coisa!

Não, você não errou de blog. Vamos falar sobre como o entendimento do átomo muda as nossas vidas, sobre Bento Gonçalves, vinho e casamento. Pois tudo começou quando comecei a ver o “Brasil Visto de Cima”, na Globosat, hoje de manhã.

Estava lá, e de repente começo a ver Bento Gonçalves, visto de cima. Tudo normal, na medida do possível, até que eu vejo uma igreja em forma de barril. Cara, as pessoas se batizam, se casam, vão à missa em uma igreja que parece um barril de vinho! Acho muito legal essa consideração de que existe algo de mágico em cada porre, chateação ou celebração, seja ela de que jeito for. Engraçado como sermões e a filosofia do pecado metafísico e fodedor de tudo estraga um pouco esta linda visão do mundo.

E pensar que o primeiro milagre da igreja católica se fez porque o Cabra* escolhido, aquele que era o bom, o todo-todo foi distribuir mais birita para a galera porque a mãe pediu. Incrível, isso! E que quem foi pegar no pé dEle era um monte de gente cheia de regras, que era mais amigo de quem tinha poder.

Ah, como é diferente ser religioso de ser espiritualizado! E olha como as pessoas criticam algo que acabam se tornando! Chatos, no caso de quem usa filigranas de trechos mal traduzidos de uma consolidação de textos feitos por pessoas espiritualizadas. Que acabam sendo usados para virar regras! Mesmo que isso vá contra o que aconteceu dentro do próprio texto! Nossa. Dei uma volta gigantesca.

Pera aí! Ainda estamos em Bento Gonçalves. Cidade onde nasceu, cresceu e está prestes a se casar um médico que eu atendi individualmente com Filosofia Quântica. Um médico altamente lógico, com ascendência judia. Chato, não é mesmo? Chato nada. Ele, antes de me conhecer, era apenas chato consigo mesmo.

Eu, logo vendo a cidade, o barril, e a lembrança do médico, logo ligo para o quase-gringo rapaz. E eis que ele está para se casar! Dentro do barril**! Olha como as coisas estão conectadas. Estou em casa, e o movimento de ver um filme, que já é um conjunto de imagens em movimento me levam a perceber o movimento da vida de um amigo. Assim é a metafísica da vida. Muito interessante.

E dentro desta polaridade toda, falei de como um conjunto de pessoas pode ser mais lógica do que precisa, sendo a religião às vezes excessivamente lógica, e sobre como um amigo excessivamente lógico pode usar a espiritualidade, e a filosofia quântica, para se entender melhor e aceitar essa mudança de vida chamada casamento. Santa síntese de várias coisas, Batman!

 

*Sem querer ser repetitivo, mas já sendo, lembro que minha irreverência humorísitica é a forma mais imperfeita que tenho de acreditar que Deus se faz dentro das imperfeições do mundo, dentro dos significados da vida.
** Essa eu inventei, para tornar o post mais interessante.

 

Anúncios