Olá. Quantas vezes no ano você para para pensar e agradecer ao seu corpo, e ao sangue que flui nas suas veias? À sua saúde, à sua aparência, mesmo que você se ache feio que dói? Ou mesmo que esteja prestes a explodir de gordura ou a desaparecer de magreza? Ou aos anos que tem, sejam eles muitos ou poucos? Pois é. Este é o significado do dia de hoje.

Hoje é o dia em que, implacavelmente o Palmeiras, que nem é o meu clube, perde (perdeu ontem, para o Santos). Dizem que é o Porcos Tristes. Falei isso para um amigo meu chatólico, e ele disse que era ofensa! Pode uma coisa destas? Vamos tentar deschatolicizar nosso pensamento? Que tal?

Minha intenção, neste post, é filosofar sobre o motivo deste feriado. Corpus Cristi, o Corpo de Cristo. Considerado o Filho de Deus, ou a Encarnação de Deus, cujos atos, fatos e ensinamentos estão descritos em um livro chamado Bíblia.

O que quer dizer, filosoficamente, uma celebração do corpo? Pense em uma pessoa que, em dado momento da história olha para o infinito, respira fundo e fala: Eu Sou a Encarnação de Deus? Sem querer entrar em méritos ou dogmas, me interessa como o Ser Humano se identifica com a divindade dentro de si, qualquer que seja a sua fé. Mesmo que tenha somente a necessidade de uma fézinha na loteria para tentar ficar milionário de repente!

Para mim, a pessoa de Jesus Cristo quer dizer: Deus, o Universo, ou a Mágica da Vida está dentro do homem, do jeito que ele é*. No seu corpo, que precisa de comida, bebida, trabalho, descanso, poder tentar, eventualmente errar, precisa de reconhecimento…

Isto quer dizer que dentro de todo o mundo, existe um universo inteiro. E uma ligação com o universo, através da sua própria vontade, seja ela qual for. Creio ao estudar metafísica, que tanto os princípios quanto os fins de tudo o que nos propomos é necessariamente bom, simplesmente por existir, o problema está… na meiúca, no que acreditamos ser necessário para juntar as duas pontas. Mas isso já é muito pensamento para pouco post.

Mas tem algo de quântico em um Deus que coloca o seu próprio corpo e sangue dentro de você, mas creio que este significado é mais mostrar que os seus pensamentos, desejos e aspirações estão junto com Ele do que obedecer a dogmas e chatices alheias à sua vontade.

Se eu apenas comparar as diferenças entre uma versão e outra do Pai Nosso, a do aramaico para o português, e a que conhecemos, traduzida do aramaico para o grego, do grego para o latim e por fim ao português, seriam necessários inúmeros posts. É portanto, um assunto que pode voltar! Falando em sangue, é um assunto Jason, dos filmes de terror. Vc acha que ele morreu, e sempre volta!

Anúncios