Incrível como trombamos com momentos em que necessariamente ficamos deprimidos, não é mesmo? Que coisa existe de mais deprimente, neste mundo, do que ver a Nutella acabando?

Pode até parecer brincadeira, e é mesmo. Mas o que acontece com a depressão tem realmente a mesma lógica desta piada (ou verdade universal, você escolhe). A depressão é como a Nutella dentro do pote, mas a pessoa coloca todas as esperanças de sua vida, nela.

Pode chamar de Nutella um casamento, empresa do qual se é sócio, dinheiro na conta bancária, saúde, religião, qualquer coisa que a pessoa coloca todas as suas expectativas de sucesso, e acredite, nós seres humanos temos este mau hábito, de tudo o que temos ou fazemos que dê certo, resolve tudo. Ou seja, se o trabalho está bem, tudo está bem. E aí esquecemos os cuidados com a família, saúde. Ou mesmo se a entrada de dinheiro está boa, não se lembra de poupar. E por aí vai!

Só que a depressão é como olhar apenas para a parte do pote sem Nutella com dor no coração, sem nem ver que ainda tem um pouco para comer, ou que tem um supermercado perto de casa e você pode comprar mais. Dentro da dualidade ausência/presença, o deprimido só vê ausência.   E só uma possibilidade de Nutella.

Claro que estou, na verdade, fazendo uma metáfora sobre como funciona o elétron com o comportamento. Baseado no experimento da dupla fenda! (… e vc achando que já tinha ouvido viagem na maionese demais para um post!).

Já fiz duas palestras sobre o tema da depressão, e atendi várias pessoas que me procuraram para sair dela. Os mais variados casos: gente com 30, 50, 60 anos, e para todas os conceitos sobre a dinâmica dos resultados.

Na minha página do Face, http://www.facebook.com/filosofiaquantica e também neste blog tem um depoimentos sobre isso. Vale a pena conferir! E se você, ou algum familiar ou conhecido padecem desta lástima, me dá um alô, venha fazer uma anamnese comigo.

Vou ter a maior calma, paciência e atenção para mostrar como, através destes conhecimentos e conceitos, você pode começar a reescrever a sua história, a partir de você mesmo. Mesmo com a Nutella acabando!

Anúncios